terça-feira, 24 de abril de 2012

Responsável pelo programa Bolsa Família vai à Câmara de Rodeio


Atendendo ao pedido dos vereadores, a responsável pelas informações do Progrma Bolsa Família, a funcionária pública Ivonete Pegoretti ocupou a tribuna da Câmara no dia 09 de abril, para explicar sobre o programa e também responder aos questionamentos dos edis.
Ela iniciou explicando aos presentes que o Programa Bolsa Família é um Programa Federal e transfere renda às famílias carentes e as famílias tem uma contrapartida, que são as condicionalidades. Informou ainda que ela seria a gestora do Programa, o enfermeiro Eliezer Miranda o responsável pelo cadastro das informações referentes à saúde, como pesagem das crianças de 0 a 6 anos e a funcionária Joice Giovanella, servidora da secretaria de educação, a responsável por alimentar os dados referentes à educação, como por exemplo, a frequência das crianças na escola. Além disso, há o programa para emprego e renda, onde as famílias são encaminhadas ao Sine para a recolocação no mercado de trabalho e também o auxilio social, quando estas famílias vêm de outros municípios.
Com relação ao pagamento, relatou que para quem tem renda até R$70,00 por pessoa da família, recebe R$32,00 por criança e R$70,00 para a família e na renda per capita de R$70,00 à R$140,00, sendo o máximo permitido. Quando a família ultrapassa esta renda, o cadastro é encaminhado para Brasília para tentar outros programas que não fazem parte do Programa Bolsa Família, mas que constam no cadastro único.
“Uma família que recebe mais de  R$70,00 referentes aos filhos menores de 15 anos, não recebe a outra renda, por ter passado da renda minima” diz  ela.
Ivonete informou que atualmente o município tem em torno de 300 cadastros, porém somente entre 30 a 40 famílias recebem o benefício. Ela revelou que isto acontece porque é difícil o cadastro ser aprovado pois, se uma família com quatro pessoas, por exemplo, possui uma renda de um salário mínimo, não terão o benefício pelo fato da renda máxima ser R$140,00 por pessoa.
Indagada pelos vereadores qual o nível estaria enquadrado hoje o município, Ivonete informou que Rodeio ainda está na gestão inicial.
Ela relatou que todos os cadastros são analisados em Brasília, e muitas vezes não são aprovados, pois é feito o cruzamento de dados através da RAIS.
Os vereadores fizeram mais alguns questionamentos, respondidos por Ivonete.