terça-feira, 25 de outubro de 2011

Comandante do CBVU fala sobre projeto vetado aos vereadores


A convite dos vereadores de Rodeio, o Comandante dos Bombeiros Voluntários da União de Ascurra, Rodeio e Apiúna, Jaime Júnior Moser, esteve na Câmara de Vereadores no início de outubro para falar sobre um importante projeto do Poder Legislativo.
O projeto de número 08/2011, tornaria obrigatório a permanência de pessoal treinado em primeiros socorros, nas escolas públicas e particulares de ensino fundamental e de educação infantil situadas no Município durante todo o período diário de atividades escolares e foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, mas foi vetado pelo prefeito.
Os vereadores, através de parecer técnico, queriam entender quais os prós e contras de implantar as medidas previstas no projeto para a rede municipal de ensino, convidando, assim, alguém capacitado para tais explicações.
Na tribuna, Moser respondeu aos questionamentos dos vereadores. O presidente da Casa Legislativa, Jair Busarello (PMDB) indagou qual a importância deste projeto para as escolas e Moser explicou que a capacitação dos professores seria de suma importância, principalmente nas creches, pois há muitas ocorrências nestes educandários. Também explicou que a ocorrência não escolhe hora nem local para acontecer e às vezes por frações de segundos pode tornar-se fatal. “Se houver alguém capacitado na creche ou escola, a probabilidade de acontecer algo mais grave diminui muito” afirma ele.
Indagado se há condições e se seria viável a implantação, ele respondeu positivamente, pois para os Bombeiros não há custo para ministrar o curso, também há instalações disponíveis no Batalhão e apenas será necessário deslocar os professores que farão o curso até a unidade.
Ele apenas destacou que o certificado de conclusão do curso poderá ser emitido pela Secretaria de Educação e Bombeiros em conjunto, seguindo os protocolos mundiais.
O Presidente Busarello, falou da importância da aprovação e implantação do projeto no município e aguarda apenas uma posição do Prefeito Carlos Alberto Pegoretti (PP).